Mês: fevereiro 2016

Em Defesa da Família Tentacular

Os psicanalistas de hoje cometem um erro que Freud não cometeria se estivesse vivo. Questões como rivalidade fratricida e interdição do incesto não são consequências de uma estrutura familiar nuclear, ou seja, monogâmica, patriarcal, endogamica. Essas questões são biológicas, evolutivas no sentido stricto da palavra. Mas apesar desses erros analíticos, o artigo Em defesa da família tentacular escrito por Maria […]