Lady Mary não era cientista mas foi uma força inovadora na história | por Claudia Feitosa-Santana

Lady Mary não era cientista mas foi uma força inovadora na história | por Claudia Feitosa-Santana

Lady Mary - ilustração de Matteo Farinella

Lady Mary não foi uma inventora, mas sim uma força inovadora na história da vacina.

Motivada pelo medo de perder seu filho, pela dor de perder um irmão (1714), e pelos danos da varíola em sua própria pele, Lady Mary foi a responsável por persuadir a sociedade inglesa a aceitarem os procedimentos que, até então, eram considerados estúpidos ou bruxaria, realizados por mulheres ignorantes e analfabetas na, então, Constantinopla do Império Otomano.

Mary Wortley Montagu with her son Edward, by Jean-Baptiste van Mour
Mary Wortley Montagu with her son Edward, by Jean-Baptiste van Mour – via Wikipedia

Muitos médicos ingleses tentaram persuadir a Royal Society, mas nenhum teve êxito. O mérito foi de Lady Mary que, apesar de não ser cientista, teve papel histórico na história da vacina. Mas, não foi a única; a lista de inventoras e inovadoras na história da vacina é bastante extensa.

 

Referências:
https://www.harpercollins.com/products/how-innovation-works-matt-ridley?variant=32280902795298
https://www.nlm.nih.gov/exhibition/smallpox/sp_variolation.html

Escrito por Feitosa-Santana

Deixe um comentário